Saiba quando o inchaço é sinal de alerta na gestação!

Apesar de ser comum, o inchaço na gestação merece uma atenção. Isso porque algumas mulheres podem ficar mais e outras menos inchadas. Mas o cuidado deve ser o mesmo, principalmente se a gestante tiver uma tendência ao inchaço do corpo.

O inchaço pode surgir com mais frequência nos pés, tornozelos, mãos e dedos.

Dessa forma, é importante ficar em alerta com os sinais, como: calçados e anéis apertados.

Quando o edema ocorre logo no início da gestação, sem motivo aparente é um sinal de alerta. O médico deve investigar com cautela, já que as doenças como pré-eclâmpsia, pressão alta, trombose ou outro problema vascular, podem estar por de trás do problema.

O inchaço mais comum é no fim do período gestacional que acontece quando o útero comprime as vias abdominais, resultando em retenção de líquido nos membros inferiores.

Nos dias mais quentes o inchaço tende a piorar. Com isso, o uso de meia elástica, a realização de drenagem linfática e atividades físicas (se estiver apta a fazer), a redução do sódio nos alimentos e ingestão de líquidos, são medidas preventivas que auxiliam na redução.

Medidas de prevenção:

  • Não fique em pé por muito tempo. Procure sentar-se periodicamente com as pernas elevadas;
  • Caso trabalhe sentada, opte por meia elástica e não se esqueça de levantar e caminhar algumas vezes ao longo do dia;
  • Evite usar roupas e calçados apertados;
  • Beba muito líquido, para ajudar a eliminar o inchaço;
  • Se as mãos começarem a inchar, levante-as, em vez de deixa-las para baixo.

Se ainda persistirem dúvidas sobre como agir nesse caso, não hesite em procurar ajuda de seu médico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
1
Olá!!
Você está precisando de ajuda?